“A Rainha Vermelha” tentou demais..

O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses. Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso… Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho?

Antes de tudo, queria deixar claro que isso não é uma resenha, mas sim um pequeno desabafo a respeito desse livro que causou tanto burburinho no booktube, e que eu, bem curiosa tive que dar um olhada, A Rainha Vermelha de Victoria Aveyard.

No inicio do livro somos apresentados a uma personagem extremamente chata, revolucionária, e “diferente”, Mare Barrow. Mare tem uma irmã mas nova – doce e gentil – e mais uns 3 (?) outros irmãos que estão na guerra. Uma guerra que assim que ela completar 18 anos será obrigada a participar. Os Vermelhos lutam em uma guerra sem fim enquanto os Prateados travam suas próprias batalhas a fim de mostrar aos Vermelhos quem fica por cima, e quem fica por baixo. Isso te lembra alguma coisa? Me lembra Jogos Vorazes

Eu odeio esse tipo de comparação, não suporto quando o livro é vendido pois é “um novo Jogos Vorazes e um novo Harry Potter”, mas nesse livro, isso fica impossível de conter. Vocês já leram uma fanfic? Então..

A Mare me lembra a Katniss porque ela é revoltadinha, me lembra Jogos Vorazes pela “revolução” e pelos “rebeldes” (entre aspas mesmo porque aquilo não me convenceu). Mas não para por ai, o livro é um grande mashup de todos os livros que a gente já conhece.

Há uma competição entre meninas prateadas, das casas mais bem relacionada$ com o rei, com o intuo de escolher uma nova princesa. O mais ridículo melhor é que cada uma delas tem um poder, um tipo de “magia” de destruição.

Ah mas não pode faltar o amor proibido que ela sente depois de quatro frases do livro por um certo alguém super misterioso, que de misterioso não tem nada.

Sentiram a vibe Harry Potter + Jogos Vorazes + A Seleção? Vocês também ficaram confusos? Porque eu fiquei e isso não são nem 200 paginas do livro.. Como eu disse isso não é uma resenha, é o meu desgosto com um livro que eu tinha a maior esperança que ia ser o meu novo xodó e amorzinho.

O livro não tem nada de original, ele pega as melhores ideias de histórias já consagradas e tenta mascarar com personagens estereotipados e nem um pouco carismáticos. E a escrita também não é lá essas coisas. Como eu disse mais cedo, A Rainha Vermelha tentou demais! Depois de 200, eu deveria dar uma chance, deixar de ser um pouco critica e terminar o livro, ou deixar pra lá? Me falem o que vocês acharam do livro ou se vocês tem intenção de ler

Abraços, Pâm

Ps: Não sei se vai ter post no sábado porque tem vestibular, mas vou tentar postar alguma coisa 🙂

Anúncios

47 comentários sobre ““A Rainha Vermelha” tentou demais..

  1. Eu estou louca para ler esse livro, escuto vários comentários excelentes e maravilhosos sobre ele, esse seu desabafo me deixou encucada com ele rs, mas ainda assim quero ler pra tirar minhas próprias conclusões, mas fico receosa poque não curto Jogos Vorazes e HP só em filme

    Curtido por 1 pessoa

  2. Arrasou!
    Eu ainda não li, mas tenho uma curiosidade enorme. Não me arrisquei na leitura por conta de um pequeno pé atrás que tenho com ele. Sei que o livro tem recebido mil elogios, mas eu tive essa mesma impressão sua: que era uma grande mistura de histórias que eu já conhecia.
    Achei que vc foi bem direta na resenha, gostei muito. Ainda pretendo ler, pra tirar minhas próprias conclusões.
    Beijos
    Coisas de Meninas

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi, isso mesmo. Pra mim as semelhanças ficaram visíveis e eu achei insuportável isso, mas tu deveria ler para tirar as tuas próprias conclusões. Sim hahahahahha eu falei mal do livro e a pessoa vem com ‘nossa muito bom agora sim quero ler’ ??? Claramente não leram o texto…

      Beijos, Pâm

      Curtir

  3. Oi! Tudo bom?

    Primeiramente parabéns pelo post. Expressou bem suas opiniões. Que pena que o livro causou tudo isso em você. Deve ser bem chato ler algo que se compare à uma fanfic. E ainda mais ter tanta relação com outras histórias. Mas, eu vou tentar ler mesmo assim e tirar minhas próprias conclusões. Já vi que A Rainha Vermelha é aquele livro 8 ou 80, haha. Uns amam e outros odeiam.

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi Fernanda, tudo sim e com você?

      Que bom que gostou do post, me deixa extremamente feliz 🙂 O jeito que ela escreve também me lembra uma fanfic o que é ainda mais chato “nem a escrita salva”. Sim ele é bem 8 ou 80. Lê sim e depois me conta o que tu achou ❤

      Beijos, Pâm

      Curtir

  4. Oie,

    É uma pena que você não tenha gostato da história, mas vale continuar eu li e amei, concordo com você quando diz que é um mashup de vários outros livros, mas pra mim pela audácia que a escritora teve em fazer e, na minha a opinião, e ter dado certo já vale muito a pena ler o livro, personagens chatas encontramos em quase, digo quase, todas as distopias e não seria diferente em A Rainha Vermelha não vou defender a Mare, pois achei chata demais e se continuar a leitura com certeza irá achar ela insuportável, se continuar a ler ele pense mais no universo recriado por ela, por essas tentativas de misturar tudo e criar algo novo, porque em cada uma dessas séries são separados os universos e em A Rainha Vermelha é tudo junto uma coisa só.

    Parabéns pelo post, todos merecem ler posts como o seu, com a sua sinceridade.

    Bjs
    Mayla

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi May!

      Então, eu quero continuar pra ver se eu “quebro a cara” e ela me apresenta uma história melhor, mas não por agora quero deixar a poeira baixar um pouco. Simmm a Mare me irrita demais… Que bom que gostou do post May, epero que várias pessoas leiam mais sim 🙂

      Beijos, Pâm

      Curtir

  5. Oi Pâm,
    EIta menina, que desãnimo me deu agora de ler esse livro hahahaa
    Eu queria muito, mas esse seu desabafo fez todo o sentido para mim, pelas outras resenhas que já tinha lido.
    Detesto essa coisa de “nada se cria, tudo se reinventa” , por favor né, cadê a imaginação desses autores.
    Alguns livros são assim mesmo como você falou.
    TENTAM DEMAIS e na maiorias das vezes falham miseravelmente.

    Abraço e Bons Livros,
    Biblioteca do Coração❤

    Curtido por 1 pessoa

  6. O que você tá fazendo? Um jogo comigo, garota? HUEHUEUHEUHEUH

    Estou com as expectativas bem altas em relação a esse livro, comprei na Bienal de Alagoas, em novembro e ainda não li, mas quero muito, só vejo comentários positivos a cerca do livro e esse me acertou como uma bomba. Dizem que perto do fim, o livro da reviravolta muito grande, talvez valha a pena concluir a leitura pra conferir. Vou esperar minhas expectativas baixarem para assim poder ler o livro.

    Achei válida a sua colocação, beijos!
    http://marcasliterarias.blogspot.com.br/

    Curtido por 1 pessoa

    • MUNIQUEEEEE, Eu to passando mal com essa referência da Inês Brasil hahhahahahahhahaha
      Então, todo mundo fala que o final é a melhor parte (quero chegar nessa parte pra ver se eu fui muito rigorosa e no final me surpreender). Não estou pensando em termina-lo agora.

      Beijos, Pâm

      Curtir

  7. Oi, Pam, tudo bem?
    Nossa, melhor crítica! hahah
    Eu estava bem afim de ler A rainha vermelha, mas venho vendo tanta crítica negativa que até desanima. Só ainda não tinha visto ninguém dizer que é basicamente uma junção de todas as outras histórias, onde só se trocam os nomes. Juro, cheguei a achar engraçado. Agora mesmo que não leio dçsfhaksjdkl
    Ah, aliás, seria legal se você terminasse SIM a leitura para deixar a sua opinião (bem crítica, novamente) a respeito da obra inteira. Beijos!
    http://www.quinzeinvernos.com/

    Curtido por 1 pessoa

  8. Ai, Pam, sério que esse livro é assim?
    Estou com ele aqui e ia começar a leitura essa semana por causa da em continuação que chega em fevereiro, mas lendo sua resenha meu coração até afundou! Acho uó quando um livro tenta se fazer na onda de outros, usando ideias já consagradas sagas anteriores. E ainda tem personagem antipático, amor instantâneo e mistério que não é misterioso? Afff
    Bjs!
    http://www.quemlesabeporque.com/

    Curtir

  9. Livros são assim mesmo, cada um tem uma percepção diferente… li alguns que a maior parte das pessoas amou e eu odiei – As Vantagens de ser invisível, Divergente… Li outros que muita gente odeia e amei, tipo A Hospedeira. No caso de A Rainha Vermelha, eu amei, achei diferente, ao contrário de você, não tive essa percepção de lembrar tanto Jogos Vorazes ou A Seleção. Gostei da escrita, gostei das personagens. É uma pena que não esteja tendo uma boa experiência com ele, mas acontece.

    Beijo.

    Ju – Entre Palcos e Livros

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi Ju

      Sim, todo mundo passa por isso, mas que bom que tu não veio me atacar por não ter gostado 🙂 E que bom que as pessoas tem percepções diferentes das coisas, imagina que horrível se todo mundo gostasse sempre das mesmas coisas?

      Beijo, Pâm

      Curtir

  10. Olá, tudo bom?
    Muitas coisas são reaproveitadas o que serve mesmo é saber o que cada livro passa. Qual a mensagem que o livro quer passar. Jogos Vorazes é meio que uma fic de Battle Royale, a seleção me lembra Cinderela, Harry Potter é incrível, mas parece que também foi baseado em um livro de Neil Gaiman, então, o que a gente acha que é original pode não ser. O que interessa mesmo é o que iremos tirar com a leitura ^.^
    Ainda não li A Rainha Vermelha, mas quero muito lê-lo, pois achei a premissa muito interessante.
    Bjs

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi, tudo bem sim e com você?
      Concordo com você, que tudo é meio “baseado” em alguma coisa nos dias de hoje, mas se for algo bom ele tem o seu valor. O maior problema é que eu não consegui tirar nada de bom dele. Talvez você goste (ele divide opiniões)

      Beijos, Pâm

      Curtir

  11. Oieee, tudo bem!?
    Tô vendo que esse livro é amor ou ódio na hora!
    Tem gente que ama desde as primeiras páginas e fica lá lambendo e tem gente que, como você, se decepciona com a história.
    Adorei o que você disse sobre o livro, toda a sinceridade, tudo o que você sentiu enquanto lia e eu achei bem A Seleção mesmo, meio nhé!!
    Ja tinha decidido esperar mais um pouco para ler esse livro, agora, sei que foi a melhor coisa a fazer. Parabéns pelo texto!!
    Beijos

    LuMartinho | Face

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi Lu! Sim, esse livro é bem oito e oitenta mesmo!! Tinha uma guria jurando que era o melhor livro que ela já tinha lido, dai eu fiquei “hmmm, vamos dar uma olhada” mas acabei me decepcionando bastante.. Simmm, é bem A Seleção mesmo (eu gosto da Seleção”, mas tenho meus problemas com ele) Que bom que gostou do texto, isso é o que mais me deixa feliz, alguém que tenha gostado dele 🙂

      Beijos, Pâm

      Curtir

  12. Sua descrição me lembrou demais A Seleção, esse coisa de divisão de Vermelhos e Prateados me lembrou as Castas, as lutas travadas me lembrou os rebeldes do Sul. Só faltou o nome da personagem ser América haha.
    Eu estava com espectativas de ler este livro, mas sinceramente não estou mais. Se ler vai ser só pra tirar essa dúvida em comparação ao outros livros.

    Curtido por 1 pessoa

    • Sim, foi isso mesmo que eu pensei quando lia essas partes hahaha! Sim, eu acho que tu tens que ler, e tirar as tuas próprias conclusões. Talvez se eu tivesse com as expectativas baixas eu não tivesse me decepcionado tanto.

      Beijos, Pâm

      Curtir

  13. Também detesto quando um livro é vendido como ‘o novo xxxxxx’. Eu sou daquelas pessoas que acredita que não existe história no mundo que ainda não foi contada. Mesmo assim, penso que um livro não pode ser apenas uma cópia de outras histórias. A base pode ser a mesma, pode ter coisas parecidas, mas pela sua postagem o que me pareceu foi que colocaram três histórias no liquidificador, mudaram as denominações e nomes e pronto: um livro novo. E isso é tão triste. Ainda mais por você comentar que a escrita também não ajuda… Como eu disse, acredito que não tenha uma história que não tenha sido contada, mas é importante a maneira como você conta – é isso que faz com que elas se tornem diferentes.
    Estava empolgada para ler o livro… agora já nem sei mais se quero…rs
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s